Traduzir site para português Translate to english site Traducir el sitio al español
tecfibra@tecfibra.com.br
Alagoas (82) 3269-1133 / 98171-2830
Bahia (71) 3648-1950
REVESTIMENTO

REVESTIMENTO PARA ÁREAS MOLHADAS

Proteção anticorrosiva de espessura média de 3,5, este produto foi desenvolvido para aplicações onde o revestimento não estará sujeito a imersão contínua, porém estará em contato com o meio químico através de derramamentos, lavagem de área, drenagem de equipamentos e outras operações. Casos típicos de adoção desta especificação são os diques de contenção de tanque de armazenagem, estações de bombeamentos, piso de áreas de processos, área de carregamento e descarregamento de produtos químicos, etc.

Segue abaixo especificação típica para revestimento:

–        SUBSTRATO: Pode ser aplicado sobre substrato de aço ou concreto.
–        MEIO QUÍMICO: Adequado a uma grande variedade de ambiente químico, pode ser especificado em pH ácido ou alcalino respeitando-se as limitações da resina adotada.
–        PREPARO DA SUPERFÍCIE: A superfície deve estar limpa, isenta de umidade, óleo, graxas e impurezas e ter um perfil de rugosidade adequado que proporcione uma ancoragem do laminado.
–        PRIMER: Etapa de fundamental importância na resistência ao cisalhamento do laminado pode ser um epóxi de alta aderência (para substrato de aço) ou a própria resina de laminação (para substratos de concreto), desde que tenha boas propriedades de adesividade e flexibilidade e seja  devidamente aditivada para este fim.
–        SELANTE: Composta de uma demão de resina aplicada a rolo, esta camada é responsável pelo preenchimento das imperfeições superficiais do substrato, concluindo a base para iniciar a aplicação do laminado.
–        CAMADA BASE: Argamassa de resina com cargas minerais devidamente balanceadas, necessárias para aproximar os coeficiente de dilatação do concreto/aço com o do PRFV, amortecendo as deformações diferenciadas e consequentemente evitando cisalhamento entre materiais diferentes.
–        ESTRUTURA: Consiste na aplicação de uma camada de tecido de fios de vidro contínuos de gramatura 600 g/m2, impregnada com resina de laminação. Esta camada confere ao conjunto do laminado uma excelente resistência mecânica e até estrutural.
–        CAMADA DE ACABAMENTO: Composta de uma camada rica em resina, reforçada com cargas minerais, aditivada com inibidor de raios ultra-violeta, agente tixotrópico e pigmentação na cor cinza. Esta camada confere ao revestimento boas propriedades de resistência química e excelente aspecto visual.

 

REVESTIMENTO PARA IMERSÃO

Proteção anticorrosiva de alta espessura (5,5 a 6,0 mm). Este produto foi desenvolvido para aplicações onde o revestimento ficará imerso ou exposto continuamente ao meio químico, tais como: bacias de drenagem, tanques de tratamento de efluentes, canaletas de produtos químicos, tanques de processo, tanques de estocagem, pisos de áreas de processo, etc.

Segue abaixo especificação típica para revestimento:

–        SUBSTRATO: Pode ser aplicado sobre substrato de aço ou concreto.
–        MEIO QUÍMICO: Adequado a uma grande variedade de ambiente químico, pode ser especificado em pH ácido ou alcalino respeitando-se as limitações da resina adotada.
–        PREPARO DA SUPERFÍCIE: A superfície deve estar limpa, isenta de umidade, óleo, graxas e impurezas e ter um perfil de rugosidade adequado que proporcione uma ancoragem do laminado.
–        PRIMER: Etapa de fundamental importância na resistência ao cisalhamento do laminado, pode ser um epóxi de alta aderência (para substrato de aço) ou a própria resina de laminação (para substratos de concreto), desde que tenha boas propriedades de adesividade e flexibilidade e seja  devidamente aditivada para este fim.
–        SELANTE: Composta de uma demão de resina aplicada a rolo, esta camada é responsável pelo preenchimento das imperfeições superficiais do substrato, concluindo a base para iniciar a aplicação do laminado.
–        CAMADA BASE: Argamassa de resina com cargas minerais devidamente balanceadas, necessárias para aproximar os coeficiente de dilatação do concreto/aço com o do PRFV, amortecendo as deformações diferenciadas e consequentemente evitando cisalhamento entre materiais diferentes.
–        ESTRUTURA: Consiste na aplicação de uma camada de tecido de fios de vidro contínuos de gramatura 600 g/m2, impregnada com resina de laminação. Esta camada confere ao conjunto do laminado uma excelente resistência mecânica e até estrutural.
–        BARREIRA QUÍMICA: Composta de duas mantas de fibra de vidro picadas de 450 g/m2 impregnadas com resina, numa proporção 70% de resina para 30% de fibra de vidro. Confere ao laminado uma excelente combinação de resistência química e mecânica.
–        LINER: Esta camada é composta de dois véus de superfície, impregnados com resina numa proporção 90% de resina e 10% de fibra, sendo responsável pelo desempenho químico do revestimento, devido a sua excelente propriedade de impermeabilização.
–        PINTURA PARAFINADA: Aplicação de uma demão de resina parafinada de secagem rápida, para conferir ao revestimento um bom acabamento e proteger o laminado da oxidação durante o processo de cura.

© 2020 | TECFIBRA EMPREITEIRA E REVESTIMENTOS ANTICORROSIVOS LTDA
Rodovia Divaldo Suruagy S/N, Via 1 - Polo Industrial - 57160-000 - Marechal Deodoro/Alagoas
Fone Alagoas (82) 3269-1133 / 98171-2830 | Bahia (71) 3648-1950
WhatsApp
Cotações